terça-feira, 25 de abril de 2017

QUAL A MELHOR FORMA DE DESTRUIR A OBRA DE DEUS?


“Pois zelamos do que é honesto, não só diante do Senhor, 

mas também diante dos homens.”  

(II Coríntios 8:21)


Há um engano muito em voga nesses nossos dias, que é a tentativa de espiritualizar o testemunho cristão, como prova de suposta santidade que se exibe aos filhos dos homens.

Para nós que conhecemos o Reino, certos aspectos da vida cristã são fundamentais, mas para aqueles que ignoram a Palavra de Deus, o que fala mais alto são nossas ações e conduta.

É de grande valor o talento musical, a retórica de uma pregação bem elaborada e o cumprimento cabal de nossos deveres eclesiásticos. Todavia, nosso evangelismo mais eficaz será a política de saudável vizinhança, a honradez nos negócios, a reputação ilibada e a boa fama social.

Satanás tem plena consciência do que é o poder do testemunho. Por isso mesmo, temos assistido seu sorrateiro ataque na espinha dorsal do testemunho cristão, que é o exemplo de vida das nossas lideranças.

Prova disso é o elevado índice de desigrejados (pessoas que estão abandonando a igreja) e de cidadãos que nutrem um péssimo conceito dos evangélicos. Todos alimentados para uma gigantesca gama de informações negativas acerca dos procedimentos de determinados cristãos.

Por tudo isso saibamos que aqueles que se dizem nascidos em Cristo não podem acumular obras contraditórias ao discurso de sua fé. Crentes envolvidos em escândalos sexuais, pastores conhecidos por aplicar golpes financeiros em seus fiéis, televangelistas que usam meios de comunicação em massa para pedir dinheiro, cantores evangélicos que se portam da mesma forma que agem os seculares, líderes cristãos que maltratam suas esposas e filhos ou que desonram sua aliança matrimonial, empresários evangélicos que não honram seus compromissos tributários ou que exploram ou sonegam direitos a seus funcionários – e outros maus exemplos de igual teor – são muito mais destrutivos à Obra de Deus do que uma perseguição religiosa.

Mas, assim como não tenho dúvidas do mal que tais pessoas causam ao evangelho, igualmente guardo a convicção do quão severo será o juízo que recairá sobre os tais, no dia (que está próximo) do ajuste de contas final.

Que o Espírito Santo de Deus nos mantenha blindados contra toda e qualquer tentação voltada para a falta de caráter, pois aqueles que nasceram de novo, já mortificaram a carne com seus deleites e más inclinações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Breve iremos analisá-lo com todo carinho. Que Deus lhe abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...