segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

LENÇOS DE PAULO E OBJETOS UNGIDOS: EXISTE ALGUMA RELAÇÃO?





Em primeiro lugar é importante esclarecer que nosso posicionamento não consiste ataque á fé de ninguém. A sinceridade do coração do homem é um campo de acesso exclusivo de Deus e este não é o ponto de análise hoje aqui. Portanto, não estamos apontando fuzis condenatórios em direção a nenhuma igreja e ninguém que frequente essas igrejas. Todavia, onde houver perfeito encaixe das carapuças, que haja também a humildade de atentar para a palavra, que se dirige a uma prática que tem sido adotada e o julgamento desta prática em relação ao que dizem as Escrituras. Sinceridade não salva ninguém e muitos sinceros errantes irão parar no inferno justamente por isso. Por esta razão, meu primeiro conselho a você que me escuta neste presente momento, é que não se arme de escudos denominacionais e não advogue cegamente sua igreja, sem que primeiro avalie à luz da Palavra tudo quanto for dito aqui, pois se estamos como um povo desacreditado de tudo: de religião, de governos, da vida – isso não implica que tenhamos a chancela de Deus para depositarmos nossa fé em amuletos falsamente ungidos por charlatães especialistas neste tipo de estelionato.

Também da mesma forma, não me venham aqui arvorar suposta razão aqueles que dizem que devemos nos calar diante do erro, porque os que erram vão prestar contas diante de Deus. De fato vão e haverá choro e ranger de dentes nesta prestação de contas, eu não tenho dúvidas. Todavia, é ordem bíblica para não nos tolerarmos as obras infrutíferas das trevas, antes porém, devemos condená-las (Efésios 5:10).

I Coríntios 11:19  “Pois é necessário que haja divergência entre vocês , para que sejam conhecidos quais dentre vocês são aprovados.”i
Tito 3:10-11 “Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação (advertência), evita-o, sabendo que este tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado.”
I Timóteo 1:20 “E entre esses foram HIMENEU e ALEXANDRE, os quais entreguei a satanás, para que aprendam a não blasfemar.”
II Timóteo 2:17-18 “A palavra desses roerá como gangrena (câncer), entre os quais são HIMENEU e FILETO.”
II Timóteo 4:14-15 “ ALEXANDRE … causou-me muitos males… tu guarda-te (fique longe) também dele, porque resistiu muito a nossa palavra.”
Gálatas 1:8-9 “Mas ainda que nós mesmos (ou alguém) ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja amaldiçoado.”
II Timóteo 4:2-5 “Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina. pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres (falsos) para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à VERDADE, voltando-se para os mitos (mentiras).”
I Timóteo 4:1 “O ESPIRITO diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios.”
Portanto, a Bíblia manda combater os hereges e os apóstolos, sobretudo Paulo, cita os seus nomes abertamente, o que ficou registrado na Bíblia .
Devemos amar ? SIM!
Devemos praticar o ide de CRISTO ? SIM
Mas também devemos combater as heresias e seus hereges. O próprio Senhor Jesus Cristo combateu as heresias dos fariseus, saduceus e escribas.
Como uma praga nas igrejas, o uso de objetos para canalizar a fé das pessoas é frequente, principalmente no meio neopentecostal. Segundo alguns defensores desta prática, isto serve para "despertar a fé das pessoas".

Segundo a Bíblia, "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus." (Romanos 10.17) e "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se veem. Porque, por ela, os antigos alcançaram testemunho." (Hebreus 11.1-2), são colocações por demais suficientes para afirmar que é a Palavra de Deus que desperta a fé, e é uma coisa que não se vê. A fé deve se voltar para algo espiritual e não físico.

Criando estes "pontos de contato", como são chamados, a fé é depositada onde? Nos objetos ou em Deus? Se eu tenho uma "pequena cruz que espanta os demônios", Será que eu precisarei resistir ao pecado, e ao diabo, para que ele fuja de mim? Se eu tenho um "saquinho de sal que traz libertação", será que vou precisar me arrepender dos meus pecados e aceitar a Cristo para deixar de ser escravo do pecado?

Respostas sinceras a estas perguntas devem deixar claro que o uso destes objetos prejudica a compreensão de Deus e do nosso papel perante Ele.

O texto de Atos 19.11-12 diz os seguinte: "E Deus, pelas mãos de Paulo, fazia maravilhas extraordinárias, de sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saiam". Este é um dos textos mais usados para defender esta 'doutrina'. Vamos analisá-la em partes, usando uma boa exegese. Vou fazer algumas perguntas, e as respostas necessariamente têm de vir dos versículos citados.

 a) Quem fazia maravilhas extraordinárias? O texto diz:  "E Deus..."

b) Pelas mãos de quem se faziam coisas maravilhosas? "...pelas mãos de Paulo..."

c) O que foi levado de Paulo aos enfermos? "...os lenços e aventais se levavam do seu corpo..."

d) Quando Paulo ungiu os lenços e aventais? A Bíblia não registra isso.

e) Paulo distribuiu os aventais e lenços? A Bíblia não menciona isso.

f) Onde Paulo ensinou que tal procedimento era necessário para a cura e libertação dos espíritos malignos? Em parte alguma Paulo ensinou tal coisa.

E mais uma pergunta: Onde Jesus ensinou tal doutrina?


Há outras passagens, como João 9.5-7, que poderiam ser analisadas. Mas basta uma leitura um pouco mais atenta para verificar que são apenas casos especiais, e não doutrinas. Não são modos-padrão de operação. Tomar como doutrina é ir além do que a Bíblia ensina.


A Bíblia é nossa regra de fé e de prática. Qualquer acréscimo deve ser desconsiderado, assim como retirar partes dela. Ainda mais quando contraria ou distorce o que a Palavra de Deus diz. Pior do que a mentira é a perversão da verdade.


Se existir alguém como Paulo hoje que fala para um paralitico levantar e ele levantar mesmo, então essa pessoa é a única que pode seguir esse exemplo de Paulo e dar lenços para lhe representar onde não puder estar. Hoje muitas igrejas usam essa passagem para distribuir objetos ao povo para encher as igrejas e acabam fazendo feitiçaria evangélica e desviam a fé das pessoas de Cristo, fazendo-as colocarem a fé nesses objetos.

A nossa fé deve estar 100% somente em Cristo, nunca em nenhuma outra coisa, alguns pastores dão objetos dizendo que aquilo vai ajudar a pessoa conseguir a benção que ela precisa, a pessoa fica com fé na ajuda que aquele objeto vai trazer.  Esses pregadores em vez de ensinar o povo a colocar a fé totalmente em Cristo e serem cristãos espirituais, desviam a fé do povo de estar totalmente em Cristo e fazem eles colocarem fé em objetos e se tornarem muitas vezes feiticeiros cristãos fazendo procedimentos e rituais que eles ensinam com esses objetos. Eles dizem que oram sobre esses objetos e por isso são objetos ungidos e vai acontecer um milagre, mas não existe nenhuma vez que os apóstolos mandam fazer isso, pelo contrario objetos são ligados a feitiçaria e os apóstolos sempre ensinaram a fazer tudo através da fé no nome de Jesus.

Vou dar alguns exemplos das feitiçarias que ensinam ao povo.

Levar para casa farinha, arruda, enxofre, terra, sal, água, perfume, objetos de papel, plástico, fitas, flores, velas, medalhas e outros objetos. Colocar esses objetos em sua casa ou emprego para expulsar o mal, sendo que a Bíblia fala para expulsar todo mal com o nome de Jesus. Colocar esses objetos onde está a doença; os apóstolos ensinam a curar em nome de Jesus. Colocar esses objetos onde está o problema para resolvê-lo, os apóstolos ensinam a pedir a Deus em oração o que precisamos. Esses pregadores cometem esses erros porque essa é uma forma de manter a igreja cheia, o povo é inocente e sem conhecimento bíblico e acredita que aquilo vai dar certo se fizerem como foi ensinado e vão nas igrejas que dão esses objetos.

A feitiçaria não se dá apenas nos limites do culto ocultista publicamente declarado, ela acontece dentro das igrejas  também quando são usados qualquer tipo de objeto com a intenção de conseguir alguma benção, existe a feitiçaria evangélica. Alguns pregadores cometem o absurdo de usar o pão da santa ceia que representa simbolicamente o corpo de Cristo como objeto de feitiçaria mandando colocar esse pão atrás das portas das casas para que todo mal que ali estiver seja absorvido nesse pão ungido. Mas não pense que isso não custará dinheiro. Nessas igrejas nada é de graça. Nem mesmo a graça de Deus.

Toda cura e vitórias de que precisarmos estão garantidas no nome de Jesus, porque ele levou todos os nossos sofrimentos, maldições, dores e transgressões. “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53: 4-5)

E disse Pedro: “Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.”  (Atos 3:6)

E pela fé no seu nome fez o seu nome fortalecer a este que vedes e conheceis; sim, a fé que vem por ele, deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde.” ( Atos 3:16)

Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós.”  (Atos 4:10)

Enquanto estendes a tua mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo Filho Jesus.”  Atos 4:30
Não precisamos de objetos sagrados. Nada detém o poder de intermediar a fé do Cristão e o seu Deus, exceto o Nome que está acima de todo nome. Tudo que precisarmos a nível de bênçãos e em todas as esferas, devemos pedir a Deus em oração e em nome de Jesus.

E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.”  (Mateus 21:22)

Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que eu rogarei por vós ao Pai; pois o mesmo Pai vos ama, visto como vós me amastes, e crestes que saí de Deus. (João 16:26-27)

Nenhum demônio é subjugado pela ação de um objeto ungido. Os espíritos malignos se submetem apenas à autoridade do nome de Jesus.

E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitam os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.”  (Lucas 10:17-20)

O novo testamento menciona apenas unção com óleo e nenhum outro tipo de elemento. Sendo que nem esta unção possuía qualquer poder em si, pois na verdade eram elementos medicinais e não substâncias miraculosas como alguns alegam.

“E expulsavam muitos demônios, e ungiam muitos enfermos com óleo, e os curavam.” (Marcos 6:13)
                                                                                                               
  
O exemplo bíblico que Jesus deu aos seus discípulos sobre como fazer a obra no meio do povo foi ensinar a Palavra, batizar, curar e expulsar demônios, nunca mandou distribuir objetos ao povo.

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado.” (Mateus 28:19-20)

Leia também Lucas 10:1-9; Mateus 10:1, 5-10; Mateus 4:23; Marcos 16:15; Lucas 7:22; Lucas 8:1.

Quando lemos a Bíblia, percebemos claramente que Deus não permite que acrescentemos nada além do que está escrito. Quando qualquer suposto profeta acrescenta algum ensinamento que não está escrito na Bíblia, ele não está se mantendo na sua posição de servo fiel que prega somente o que Deus disse e aquilo que é acrescentado dá brecha para o inimigo agir e enganar as pessoas. O apostolo João fala que se manter no ensino de Cristo sem ir além desse ensino é uma condição para se ter comunhão com o Pai e o Filho.
  
Todo aquele que vai além do ensino de Cristo e não permanece nele, não tem a Deus; quem permanece neste ensino, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.” (II João 1:9)

“Nada acrescentes às suas palavras, para que ele não te repreenda e tu sejas achado mentiroso.” (Provérbios 30:6)

Apocalipse 17 fala sobre uma igreja prostituta que não segue a vontade de Deus. Essa igreja tem um cálice cheio de abominações que ela bebe e dá para o povo beber. Isso são ensinamentos errados, fora da Bíblia. Heresias promovedoras de mortes espiritual Leia Apocalipse 17:1-4


Essa igreja do capitulo 17 do Apocalipse é a mesma cidade destruída no capitulo 18. Sabemos isso pelo ultimo verso do capitulo 17: “E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra. (Apocalipse 17 : 18)

O Apocalipse fala que a cidade (falsa igreja) enganou todas as nações com suas feitiçarias.  “E luz de candeia não mais luzirá em ti, e voz de esposo e de esposa não mais em ti se ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feitiçarias.”  (Apocalipse 18 : 23)                                                                   

Meus irmãos, Deus abomina a feitiçaria.

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.”  (Gálatas 5:19-21). Leia também Levítico 19:31 e  20:6; Deuteronômio 18:10-12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Breve iremos analisá-lo com todo carinho. Que Deus lhe abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...