sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

SINCERIDADE NÃO BASTA


Pedro declara que "não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos". Mas não é isso um exclusivismo estreito? O que dizer quanto aos religiosos sinceros de ouros segmentos? Deus vai mandá-los para o inferno? Várias observações são relevantes nessa questão. Primeiramente, a sinceridade não é um bom teste da verdade. Muita gente pode e tem estado sinceramente errada em muitas coisas (Pv 14:12). 

Segundo, toda verdade é exclusiva. A verdade que "dois mais três são cinco" é muito exclusiva também. Ela não permite nenhuma outra conclusão. O mesmo é verdade a respeito de afirmativas de valor, tais como "racismo é errado" e "não se deve ser cruel". Tais afirmações não aceitam nenhuma alternativa.

Terceiro, toda declaração de uma verdade é exclusiva. Por exemplo, se o humanismo é verdadeiro, então todo não-humanismo é falso. Se o ateísmo é verdadeiro, então todos os que acreditam em Deus estão errados. Toda afirmativa de uma verdade exclui a que lhe é oposta. Portanto se Jesus é o único caminho para Deus, então não há outros caminhos. Isso não é mais exclusivo do que nenhuma outra afirmativa. A questão é se tal declaração é verdadeira.

Quarto, o NT com toda clareza e repetidamente enfatiza Jesus é o único caminho para a salvação. Ele mesmo disse: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo 14:6).

Aceite-o como Senhor e Salvador da sua vida. A salvação não se basta com uma religiosidade sincera. Ela precisa de uma decisão acertada! 

Pr. Reinaldo Ribeiro



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Breve iremos analisá-lo com todo carinho. Que Deus lhe abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...