terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A IGREJA DO JEITO QUE O DIABO GOSTA - Parte 1


Talvez a arma mais  poderosa de satanás na sua guerra contra a Igreja seja exatamente o erro religioso (Efésios 6:10-20). Talvez não haja uma arma mais eficaz do que esta: difundir o erro de tal forma que as pessoas fiquem confusas e, assim, a verdade do Evangelho e o progresso da Igreja seja obstaculado.

Vemos no texto de Efésios que o apóstolo Paulo nos adverte a  estarmos prontos porque nós temos de lidar com um adversário astuto, muito mais poderoso do que nós e que emprega ciladas sutis, armadilhas espertas, disfarçadas. Creio que uma das mais eficazes ciladas que ele usa neste combate contra a Igreja é exatamente difundir o erro religioso em meio à Igreja para confundir as pessoas e para afastá-las da verdade de Deus. As heresias, o erro teológico têm sido usados pelo diabo contra a Igreja de Cristo desde que a Igreja nasceu. Ele tem afetado a Igreja e os crentes através da história.

O apóstolo João nos diz no livro de Apocalipse 12:9, na  sua visão, que viu na ilha de Patmos, determinados espíritos que ele classifica como espíritos enganadores: "E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e satanás, o sedutor de todo o mundo...". E ainda no capítulo 13:11-15 ele diz que viu outra besta emergir da terra, descreve esta besta e diz no versículo 12 que ela exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. No versículo 13 diz que ela opera grandes sinais que faz com que os que habitam na terra façam imagens à besta, aquela que foi ferida a espada e sobreviveu. Então, João quando está narrando o conflito do diabo com a Igreja, ele menciona esta capacidade e este poder do diabo em produzir sinais, prodígios e ensinos de mentira com o propósito de desviar a Igreja da presença de Deus ou da verdade de Deus. Por isso, precisamos estar alertas.

Muitas pessoas têm caído,  na igreja, vítimas das ciladas do erro religioso. Não somente das seitas que estão lá fora, mas do erro religioso que brota dentro da igreja. Hoje tem sido pouco enfatizado no moderno Movimento de Batalha Espiritual este aspecto que eu considero importante. Embora estejamos gratos porque o movimento tem despertado a igreja para o conflito em que ela se encontra, por outro lado observamos uma fraqueza neste movimento que é identificar a obra maligna em apenas questões como a doença, problemas físicos, financeiros e ocasionais, esquecendo-se que a maior arma do diabo, que sua maior estratégia é exatamente o erro religioso, a difusão da mentira, e que contra isso não existe uma solução fácil como amarrar esse ou aquele demônio da mentira. Não existe uma solução fácil de determinar que o demônio pare com isso. A única solução é que a Igreja se vista da verdade. Veja que esta é a primeira peça que Paulo nomeia na armadura - a verdade. Isto é muito importante! Ele começa exatamente com a verdade, pois só quando a Igreja professa e crê na verdade é que ela tem condições de resistir ao erro religioso. Ela pode "amarrar" quantos demônios queira e possa, determinar e declarar a queda de quantas fortalezas existam, pode fazer tudo isso, mas se ela não se revestir da VERDADE da Escritura, de nada valerão estas declarações.

Portanto, creio que faz parte do equipamento  da Igreja, na sua luta contra as hostes das trevas, conhecer as astutas ciladas do diabo à medida que ele prossegue difundindo o erro, quer sejam difundidos através das seitas conhecidas, como também dentro da própria igreja.

Muitas vezes absorvemos tudo isso inocentemente, sem crítica, sem preparo doutrinário nenhum. Muitos exemplos poderiam ser citados de como o ensino religioso errado, que sempre vem camuflado com um "envelope" de verdade, pode induzir pessoas a cair na heresia.

Hoje em dia a verdade absoluta não é bem aceita na Igreja  porque o espírito atual é de indefinição. As pessoas não querem saber de precisão doutrinária, de exatidão e formulações doutrinárias. Preferem um evangelicalismo vago e sem muita restrição. Estão sob um "guarda-chuva", debaixo do qual, estão pessoas com as mais diferentes convicções, algumas delas até heréticas, vivendo harmoniosamente. Mas posso lhes assegurar que não foi assim na fundação da igreja e quando ela recebeu sua formatação teológica através das diversas Confissões de porque passou.

Mas os tempos mudaram e o que vemos hoje é uma falta de definição, uma falta de precisão e profundidade teológica. Digo isso por amor à Igreja, e não estou querendo generalizar, pois existem exceções, pelas quais damos graças a Deus, mas creio que muitos aqui concordarão comigo, que esse é o "espírito da época". Um espírito que foge de definição, de uma aferição exata dos posicionamentos doutrinários.

Creio que o diabo se aproveita disso  na sua luta contra a Igreja. Por isso, não é à toa que o apóstolo Paulo nos diz que quando vamos vestir a armadura de Deus, a primeira coisa pela qual começamos é pela verdade. No texto Paulo não se refere à verdade ética, não é o crente falando sempre a verdade e não mentir, ou o oposto da mentira. Mas, ali verdade é a verdade de Deus, outro nome para a sã doutrina, para o Evangelho entendido como um corpo doutrinário revelado e que tem de ser crido pela Igreja.

Vamos olhar para esta  astuta cilada do diabo que nós cremos que é mais eficaz para ele. O que o diabo quer com tudo isso? O que ele deseja, o que as hostes malignas querem é impedir que os homens venham a conhecer a verdade pura. Toda obra de Cristo, tudo que Ele fez na cruz do Calvário, e o grande plano de Deus de redenção serão absolutamente inúteis para a salvação, se em primeiro lugar os pecadores não tomarem conhecimento dele e em segundo lugar, se eles tomarem um conhecimento deturpado. Nos dois casos se torna inútil em termos de efeito. O diabo sabe disso. Em Romanos 10:13-15, Paulo pergunta: "...como ouvirão, se não há quem pregue?". Ele começa dizendo como serão salvos se não podem clamar àquele de quem ouviram? Ali, Paulo está dizendo que a salvação, em termos práticos, em termos do seu efeito, depende da pregação. A isso acrescentamos, com base em outras passagens da Escritura, que quando Satanás não pode impedir que o Evangelho seja anunciado, sem dúvida nenhuma, ele vai tentar deturpar a mensagem do evangelho porque no fim o efeito será o mesmo. As pessoas não ouvirão a pura verdade de Deus, mas uma mentira e ficarão confusas. O resultado é que teremos igrejas lotadas de analfabetos bíblicos, que quando não desistem e regressam ao mundo, ficam na igreja e trazem o mundo para dentro dela.

Dessa forma Satanás  concentra-se em primeiro lugar em impedir que o Evangelho se alastre e que os pecadores creiam. Primeiro Satanás oferece resistência aos verdadeiros pregadores, aos verdadeiros evangelistas, aos verdadeiros pastores e missionários que através do mundo todo tentam levar aos pecadores, aos perdidos, a mensagem de redenção que há em Cristo Jesus. Isso o apóstolo Paulo afirma em I Ts 2:18, onde ele escrevendo àquela igreja e explicando por que ele não havia ainda voltado ali, diz o seguinte: 

"Por  isto quisemos ir até vós (pelo menos eu, Paulo, não somente uma vez, mas duas), contudo Satanás nos barrou o caminho".

Paulo reconheceu que o  impedimento de ir a Tessalônica foi uma oposição satânica. Ele não conseguiu voltar a Tessalônica e por isso escreve a sua segunda carta antes de voltar a esta cidade mais tarde. Mas, o ponto é que, à medida que Paulo quer desenvolver o seu trabalho, ele encontra oposição satânica. "Satanás me barrou o caminho...".

Isto o diabo faz e não somente  isto, ele, em segundo lugar, ataca a pessoa do pregador querendo colocar obstáculos no seu caminho, além de cegar o entendimento das pessoas. Paulo diz na sua segunda carta aos Corintos no capítulo 4:3-4:

"Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que  se perdem que está encoberto, nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus".

Por que tantas pessoas inteligentes ouvem  a mensagem do evangelho mais de uma vez e não conseguem compreender e aceitar ou se mover ou se decidir? A resposta é uma só: os poderes malignos e tenebrosos que ocupam nosso mundo e o dominam, cegam os entendimentos dos incrédulos; fecham os olhos e não permitem ver o que é óbvio, o que é claro. O diabo faz isso.

Em terceiro  lugar, outra coisa que ele faz para impedir a propagação do evangelho é desfazer a obra da Palavra de Deus. Em Lucas 8, Jesus conta na parábola do semeador que algumas sementes caem à beira do caminho e os pássaros as levam. Isso significa que as pessoas que creem no evangelho, pelo menos no interesse inicial, são roubadas pelo diabo na Palavra. O diabo rouba-lhes a Palavra. Jesus compara a atividade daqueles pássaros, tirando a semente e impedindo que ela germine, à obra do maligno, do diabo, tirando o que é plantado no coração das pessoas para que elas não venham a crer na verdade do evangelho. Isso o diabo faz de várias formas. Distrai a atenção do ouvinte que escuta a mensagem evangelística; ou quando a pessoa sai, o efeito é anulado, pois logo em seguida se encontra com alguém que o desencaminha e o que ouviu é "arrebatado" do seu coração, dos seus ouvidos e a Palavra não faz efeito.

Quando o diabo não consegue que isso ocorra, quando  ele não consegue impedir que o evangelho seja divulgado, usa outra estratégia que é difundir o erro religioso para causar confusão. Já que não pode impedir que o evangelho puro avance, pelo menos causa confusão na mente das pessoas, dentro e fora da Igreja. Por isso, como pai da mentira, é também o pai do erro religioso. Em Mateus 13 Jesus nos conta a parábola do joio. Esta parábola é importante, pois nela temos uma descrição da obra do maligno em difundir o erro religioso e perturbar a vida da igreja. 

"Outra parábola lhes propôs dizendo: O  reino dos céus é semelhante a um homem que semeou boa semente no campo; mas enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou o joio no meio do trigo, e retirou-se. E, quando a erva cresceu e produziu fruto, apareceu também o joio. Então vindo os servos do dono da casa, lhe disseram: Senhor não semeaste boa semente no teu campo? Donde vem, pois, o joio? Ele, porém, lhes respondeu: Um inimigo fez isso."  (Mt  13:24-28)

Ele dá a explicação a partir do versículo 36:

"Então, despedindo as  multidões, foi Jesus para casa. E chegando-se a Ele os seus discípulos, disseram: Explica-nos a parábola do joio do campo. E Ele respondeu: O que semeia a boa semente é o Filho do homem; o campo é o mundo; a boa semente são os filhos do reino (os que seguem a Jesus); o joio são os filhos do maligno; o inimigo que semeou é o diabo; a ceifa é a consumação do século, os ceifeiros são os anjos" (36-39).

Jesus está dizendo que é dentro do  reino de Deus, no progresso do reino de Deus, na Igreja, que o diabo tem colocado seus agentes difusores da mentira, que aqui Jesus chama de filhos do maligno, o joio, que é uma erva daninha amargosa, distinta do trigo apenas quando ambas chegam a certa idade. Isso se fazia quando alguém tinha ódio a outro, no oriente, naquela época e, em lugar de colocar fogo na plantação do inimigo, tinha uma vingança maior: semeava joio no meio do trigal, pois no início não se percebia tanto. O joio quando começa a crescer é muito semelhante ao trigo, mas depois, quando cresce, vê-se a diferença, mas é quase impossível fazer a distinção apropriada e só se percebia a desgraça na hora da ceifa, quando não se tinha mais o que fazer. Essa era a vingança: semear o joio no meio do trigo. Exatamente isso o diabo faz ao semear no reino de Deus, a mentira e o erro religioso e colocando pessoas que lhe pertencem. O desejo é confundir, contaminar, para que não se possa fazer a colheita correta. Esta é estratégia do diabo. Ele confunde as pessoas com uma variedade de ensinos. Corrompe a verdade bíblica em cada geração e divulga o erro na Igreja. Estas são suas astutas ciladas.

Pensemos mais nestas ciladas do diabo. Quais os  instrumentos que Satanás usa? Paulo em I Timóteo capítulo 4, menciona os agentes diretos do diabo nesse propósito.

"Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos  alguns apostarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras, e que têm cauterizada a própria consciência..."

Paulo fala aqui de espíritos enganadores e de demônios  que são capazes de produzir doutrina. Não pensem que o diabo não conhece teologia, conhece muito mais do que nós. A verdade é que ele sabe muito bem tudo, melhor do que qualquer teólogo na face da terra porque ele testemunha desde a criação do mundo todo o processo e evolução da verdade. O diabo como pai do erro religioso usa através de espíritos enganadores o engano religioso. O maior laboratório teológico de todo mundo são as portas do inferno, lá no gabinete de Satanás, são produzidos o erro religioso, a heresia religiosa, o engano e confusão religiosa. Produzem falsos sinais e prodígios porque o diabo sabe que o homem facilmente se impressiona com isso e para dar autoridade à mentira que ele deseja difundir, ele a autentica através de eventos extraordinários. Ele faz assim e até mesmo dá uma falsa sensação de paz e alegria. Eu ainda não encontrei um membro de qualquer seita religiosa que seja claramente herética, que não diga que tem paz, pelo contrário, todos afirmam que têm paz profunda, alegria e senso de realização profundos. Se você conversar com estas pessoas ouvirá que é assim.

O que  quero dizer primeiramente é que a Bíblia nos ensina que o diabo age diretamente na Igreja através desses espíritos enganadores que produzem doutrina; espíritos de mentira que difundem o erro religioso. Como eles fazem isso? Demônio não escreve livro de teologia. Ele age através de homens e mulheres que se prestam a esse tipo de coisa... (CONTINUA)

Pr. Reinaldo Ribeiro

2 comentários:

  1. Uma pregacao maravilhosa,Que DEUS PAI do NOSSO SENHOR JESUS O Abençoe grandemente amem.

    ResponderExcluir
  2. Excelente, dou graças a Deus pela vida do Pr. Reinaldo no qual Deus tem usado grandemente para edificar as nossas vidas.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário. Breve iremos analisá-lo com todo carinho. Que Deus lhe abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...