domingo, 25 de dezembro de 2016

NEGOCIAR A GRAÇA DE DEUS É UM PÉSSIMO NEGÓCIO!

"Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro."(Mateus 6:24)


Nas duas últimas décadas alguns paradigmas morais foram estilhaçados pelo modismo teológico que varreu o mundo cristão. Esquizofrenias neopentecostais estabeleceram matrimônio com sincretismos esotéricos, dando origem a uma caricatura tamanhamente dantesca do que seria a igreja, que isso acabou por abrir linhas de justificativa para que o povo de Deus viesse a sofrer uma moderna onda de preconceitos e generalizações, fundamentadas nessa nova e triste realidade eclesiástica.

Desse matrimônio surgiu um filho monstruoso, chamado oportunismo financeiro. E sendo assim, o que mataria de vergonha nossos pioneiros e pais na fé, hoje é cena comum no cenário, que deixou de ser cristão para se tornar “gospel”.


A premissa bíblica dos dízimos e ofertas adquiriu contornos de negociatas, onde a participação nos “sacrifícios” e “campanhas” vem demandando notas promissórias de um deus que fica comprometido a “abençoar” seus investidores. Essa mentira diabólica não apenas tem minado a credibilidade social da Igreja, como também vem formando em escala industrial uma linha de lobos vorazes, que atuam sobretudo nos campos do ministério pastoral e da música, travestindo-se de obreiros, mas em verdade saqueando a bondade de multidões vitimadas por tão óbvio estelionato.

Sendo assim, me permita de forma clara e direta lhe dizer que: a soberania de Deus jamais estará atrelada aos procedimentos financeiros daqueles que dizem servi-lo. A benção dos céus não se alinha ao padrão econômico dos que lhe buscam; de sorte que mais fé e menos fé nem de longe se comparam ao padrão financeiro de quem quer que seja.

E quanto aos devoradores com cara de ovelha, eu lhes previno a que se arrependam. Pois quem falsamente serve a Deus e mira o coração nas ambições materiais, concorre a um duplo triste destino: daqueles que padecerão eternamente sem Cristo e que receberão a justa recompensa pelas multidões de vidas que enganaram.

Que Deus nos ajude a compreender que o mundo será a máxima conquista daqueles que ao mundo se prendem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Breve iremos analisá-lo com todo carinho. Que Deus lhe abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...