quarta-feira, 24 de abril de 2019

AS TEMPESTADES E A MÃO DE DEUS



"Fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: 'É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus'." (Atos 14:22)

Nem sempre gostamos de ler um verso como esse. Preferiríamos a passagem que diz: "Através de muitos dias de felicidade perpétua, entramos no reino de Deus." Mas isso não é a Escritura, nem tampouco a vida. Provações e tribulações virão. Jó disse bem: "O homem nascido de mulher vive pouco tempo e passa por muitas dificuldades" (Jó 14:1).

sábado, 20 de abril de 2019

A GRANDE IGUALADORA



"Os anos de nossa vida chegam a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor; entretanto, são anos difíceis e cheios de sofrimento, pois a vida passa depressa, e nós voamos!" 

Há uma pregação que desapareceu dos púlpitos: a morte seguida pela eterna condenação. Este que já foi o tema preponderante dos grandes evangelistas do passado, hoje caiu em desuso pelo politicamente correto que não pode afugentar as multidões ávidas e que afluem às igrejas sedentas por discursos inflamadores do ego ou criadores de ilusões triunfantes. Definitivamente falar de morte e de inferno saiu de moda.

sexta-feira, 19 de abril de 2019

POR QUE EU DEVO IR À IGREJA? (Pr. Reinaldo Ribeiro)


Há um novo fenômeno que se constitui elevado desafio para a liderança cristã: o crescente sentimento de oposição à igreja institucional e seus cultos. Os motivos que alavancaram esta realidade são diversos e complexos, mas a verdade bíblica que apresenta o ambiente físico do culto como um espaço sagrado de oração e adoração permanece válida e firme. Cabe-nos, na condições de guardiãs da sã doutrina, ensinar nosso povo e reforçar esta necessidade em nossas vidas. A seguir, apresentamos algumas razões plausíveis e fortemente bíblicas que justificam a presença do cristão na igreja e em seus cultos.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

ARREBATAMENTO: LIVRES DA GRANDE TRIBULAÇÃO


O clima espiritual, político, econômico e ambientalista do mundo atual está seguindo rapidamente a rota da Grande Tribulação. Este período de sete anos não poderá ter início, antes do Filho de Deus arrebatar a Sua Noiva. Apresento aqui com sincera humildade e sem nenhuma pretensão maior, nove argumentos bíblicos exegeticamente muito claros, que sustentam o Arrebatamento Pré Tribulacional. Somente depois que estes episódios acontecerem, a Grande Tribulação será deflagrada, cumprindo assim o que diz as Escrituras: “Ai dos que habitam na Terra e no mar!” (Apocalipse 12.12).

quarta-feira, 17 de abril de 2019

SEGUROS PELA SOBERANIA DE DEUS



“O Soberano, o Senhor, vem com poder! Com seu braço forte ele governa. A sua recompensa com ele está, e seu galardão o acompanha. Como pastor ele cuida de seu rebanho, com o braço ajunta os cordeiros e os carrega no colo; conduz com cuidado as ovelhas que amamentam suas crias. Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto; sua sabedoria é insondável. Ele fortalece o cansado e dá grande vigor ao que está sem forças. Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.” (Isaías 40:10-11;28-31)

terça-feira, 16 de abril de 2019

DEUS JAMAIS NOS DESAMPARA



"O SENHOR é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes." (Deuteronômio 31:8)

O centro de toda adoração é Deus. Ele é o soberano criador dos universos e toda história pré ou pós humana subsiste sob Sua justa e perfeita vontade. Deus é bom e reto; sua essência lhe constitui de amor e suas misericórdias se renovam a cada manhã, porque a sua benignidade dura para sempre.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

ELE SOFREU POR MIM


"Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem" (Hebreus 5:7-9)

sexta-feira, 12 de abril de 2019

DEUS É O SENHOR DAS NOSSAS POVAÇÕES



“Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações” (Tiago 1:2)

É muito comum, quando estão em meio às aflições, as pessoas dizerem que não sabem o porquê de tudo isso que lhes está acontecendo. É verdade que nem sempre sabemos o motivo das experiências desagradáveis pelas quais passamos. A dor e o sofrimento quase sempre nos tiram a capacidade de perceber a razão dos fatos. Não sabermos o porquê da provação não a invalida. Ela continua sendo genuína e tem propósito. Às vezes, eu não sei a razão, mas Deus sabe. Isso basta. Jó não tinha a menor ideia por que estava passando por tamanho sofrimento; por que ele estava sendo tão provado. Não obstante, Deus sabia. E Jó, no devido tempo, saberia também. A palavra de Deus, a nossa experiência com Ele e o futuro se encarregarão de nos confirmar que as provações na vida do cristão têm propósitos definidos. Nada acontece por acaso. Não estamos à mercê da História. Somos servos do Todo-Poderoso, Aquele que age em todas as coisas para o bem daqueles que O amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu propósito (Rm 8.28). As provações visam produzir dois resultados: a aprovação da fé e o amadurecimento do caráter do(a) filho(a) de Deus. Louve ao Senhor pelas suas provações, pois isto prova o quanto você está inserido(a) em Seus eternos propósitos de salvação!

QUEM SERVE A DEUS NÃO SE CANSA JAMAIS DE FAZER O BEM




“E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, 
se não houvermos desfalecido.” (Gálatas 6.9)
Um exercício formidável para a vida espiritual e uma das melhores formas de manifestar a natureza de Cristo é fazer o bem. A vida de um cristão piedoso deve ser uma vida ativa, intensa, movimentada, pois foi isso que ocorreu quando os discípulos oraram: “o lugar se moveu” (At. 4.31). Deve ser uma vida de movimento e de ações, e nada melhor poderia ser incluída nessas ações do que fazer o bem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...